Histórias

 

UM DIA COM DM1


E, embora criar um filho que vive com DM1 certamente me fez ver bem como são os desafios de uma rotina de cuidados com essa condição complicada.

ENTREVISTA COM NICK JONAS: A IMPORTÂNCIA DA BEYOND TYPE 1


“Encontrar maneiras de desenvolver a comunidade e apoiar as pessoas que se sentiam solitárias, assim como eu quando fui diagnosticado, foi uma das razões pelas quais eu estava tão interessado em ...

PESADELO NO METRÔ


É importante saber também que uma pessoa que vive com DM1 pode passar a vida inteira sem ter uma experiência como esta.

A VIDA COM DM1: UM ENSAIO FOTOGRÁFICO


Documentar a vida com DM1 foi uma experiência catártica para mim, e espero poder ajudar a trazer mais conscientização sobre as dificuldades pelas quais passam todas as pessoas que vivem com DM1 e ...

PERDEMOS WILL HAUVER


Lyndall Hauver é mãe e porta-voz do diabetes tipo 1. Ela ajuda a aumentar a conscientização sobre os perigos da cetoacidose diabética e a financiar a cura do DM1.

UM DIA DE UMA PESSOA QUE VIVE COM DIABETES TIPO 1


Eu me chamo Shelby. Sou uma garota de 21 anos comum, tirando o fato de que eu vivo com diabetes desde que tinha 9 anos.

MEU IRMÃO MORREU DE CETOACIDOSE DIABÉTICA


Qualquer pessoa com conhecimento ou experiência com a cetoacidose diabética sabe que eu tenho sorte de estar viva e poder contar essa história. 

O DIABETES ACABOU COM A MINHA INFÂNCIA: A PERSPECTIVA DE UM ADOLESCENTE


Espero que um dia eu não precise explicar como a vida com diabetes tipo 1 é difícil, mas sim como é maravilhoso viver SEM diabetes tipo 1.

O ALERTA DE UMA MÃE


O que deixamos passar? Quais foram os sinais de alerta para diabetes? Rapidamente, procuramos mais informações sobre os sintomas e sinais de alerta.

NÃO CONSIGO DORMIR


Eu não consigo dormir, falo. As palavras começam a sair e se espalhar pelo piso bege. Não consigo nem olhar para o médico.